10/06/2016

Aprendendo a se defender de Ataques psíquicos: Contrapondo-se ao inimigo #3

→ Δ •E V A D I V A A 1• Δ  ←:
Arte de KwuangHo Shin
Voltei! E essa é a última parte da série "Como se defender de ataques psíquicos". Se você começou por aqui e está perdida, clique aqui e aqui  para ler as anteriores e me acompanhar. Hoje, como prometido no último post falaremos sobre como nos contrapor ao inimigo, através de algumas técnicas, meditações, exercícios que com prática, contribuirão para a expulsão completa desse descontrole energético que passamos quando nos deparamos com situações e/ou enfrentamento de um vampiro psíquico.

Com o tempo e prática consegue-se fazer tudo. Nós seres humanos, apesar da maioria de todos os ensejos destrutivos e negativos de nossa natureza, ainda somos uma máquina perfeita (quase, tudo bem) capaz de sentir, ver e fazer coisas as quais ainda a maioria de nós não acredita. Isso inclui a magia e assim, procrastinamos e desacreditamos em nós mesmos, causando males geralmente temporários a nós mesmos e refletindo a nossa volta. Tudo que parece fácil se torna perigoso. Tornamo-nos nosso próprio inimigo e perdemos uma parte de nós mesmos quando tentamos nos contrapor. 


                  Exercícios e outras técnicas para praticar e se defender 

Miasmas



O que são Miasmas? Miasmas são vínculos cármicos que temos com as pessoas, uma ligação forte e espiritual que nos permite sentir o que ela sente ou saber o que está pensando, por exemplo. Mas, quando essa pessoa se torna indesejável, há uma maneira de deixar de se manter ligado a ela, sem dor ou nem que ela mesma perceba. Mas se pode fazer isso de que forma, Dressa? Veja a seguir (há uma maneira exemplificada no livro que me serviu de pesquisa, mas eu adaptei para ficar bem mais fácil :P):

Se certifique de estar completamente relaxada e em silêncio, trace o circulo mágico e medite. Quando se sentir segura, visualize a pessoa em questão ao seu lado e como ela está unida a você, poderá perceber que linhas multicoloridas as unem. Devagar, explique a ela o motivo de querer que ela vá embora e imagine que os fios que as unem vão se partindo pouco a pouco (se quiser, use seu Athame em movimentos de cortes enquanto fala, simbolicamente se desfazendo, cortando os nós). Veja que a energia vai diminuindo até você conseguir enxergar uma única energia (a sua) dentro do círculo. Quando isso acontecer, veja a pessoa ir embora, se despeça (caso queira que a pessoa apenas se afaste por um tempo) ou diga Adeus. Abra os olhos, respire fundo e desfaça o círculo.

*O corte de vínculos com o Athame é explicado de maneira a ter a sensação de estar cortando algo físico e deixando seus restos penetrarem na Terra, por isso, é interessante, quando começar a praticar esse exercício sentir a sensação, trabalhar a sensação de estar realmente se desfazendo de algo fisicamente.

Bolha de Luz 

Deite-se e relaxe. Vá para um lugar que se sinta feliz e segura e visualize as sensações físicas que o ambiente te traz (se for um jardim, sinta as flores, a grama alta, o vento, e qualquer outra sensação de liberdade); Feito isso, veja que do topo cai uma energia branda e dourada, forte, ao entrar nela, visualize sua aura, criando uma capa, movimente-se enquanto visualiza a energia fortalecendo-a para que ela não se dissipe. Com o tempo poderá criar essa "capa de energia" todas as vezes que se sentir ameaçada.

Ervas, florais, cristais e outras coisas.

Não é tão difícil conseguir se proteger de uma situação que está comprometendo nossa energia. Quando se está sendo atacada, dificilmente uma pessoa consegue pensar rápido para se proteger (acho que já disse isso antes, não é?)  Por isso você pode tomar algumas medidas bem fortes e protetivas, para evitar qualquer contato indesejado com uma pessoa e/ou coisa que tente sugar toda a sua vitalidade. Nestes links:  Aquiaquiaqui e aqui, estão informações bem legais que já falamos anteriormente. E vê se não vai fazer tudo de uma vez ouviu? Concentração e cuidado são essenciais para uma prática de limpeza, proteção e banimento.

  • Ervas de proteção que você pode usar tanto para ungir vela, para banho ou feitiço de qualquer finalidade protetiva: Arruda, Mirra, Manjericão, Louro e Alecrim.
  • Cristais, uma maneira de potencializar a proteção, use como amuleto ou para encorpar o feitiço específico: Ametista, Quartzo verde, Obsidiana, Olho-de-tigre, Ônix, Turmalina Negra.
  • Florais, tratamento terapêutico para auxiliar na melhoria energética e psicológica de outrem; sistema criado por  Dr. Edward Bach. Caso queira usar em algo, use folhas de Maçã e Oliveira.
Lembrando que estas informações são apenas algumas dicas, cabe a você querer segui-las ou não. As ervas e cristais de proteção não se limitam apenas a estes, de modo que você pode estudá-las a fundo, antes de querer sair por ai fazendo feitiço. Faremos em breve uma série apenas sobre ervas, então aguarde que teremos novidades.Se ainda se sente insegura, estude e pense bem antes de tomar alguma decisão, se fizermos qualquer prática mágica sentindo insegurança, o resultado não será o desejado. Bruna também iniciou uma série sobre cristais, os links estão bem aqui :  #1, #2 e #3. Lá ela explicou muitas coisas desde limpeza, energização à substituições e mais uma série de outras coisas, essa série vai continuar, por isso fica de olho por que tem muita coisa pra vir. Mas não vou dar spoiler. Bom, este foi a última parte da série Aprendendo a se defender de ataques psíquicos, espero que você tenha anotado tudo e que sirva de suporte quando se sentir ameaçado, proteja-se e se fortaleça e acima de tudo, continue praticando ♥



Um comentário:

  1. onde tem fonte sobre miasma ser isso? porque eu só conheço por coisas bem densas e negativas, energia morta, podridão.

    ResponderExcluir

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo